quarta-feira, 18 de abril de 2018

Jogadores Estrangeiros conquistando Títulos Oficiais pelo Botafogo

pesquisa de Claudio Falcão

Carli erguendo a taça do Estadual 2018
(foto: Vítor Silva/SS Press/Botafogo)

Desejando todo sucesso com a camisa da Estrela Solitária ao recém-contratado atacante uruguaio Rodrigo Aguirre, segue a relação dos jogadores estrangeiros que conquistaram títulos oficiais no futebol botafoguense, já com o acréscimo do trio campeão estadual de 2018: Gatito, Carli e Valencia.

2018 – Campeonato Estadual – Gatito Fernández (PAR), Joel Carli (ARG) e Leo Valencia (CHI)
2015 – Campeonato Brasileiro Série B – Navarro (URU)
2015 – Taça Guanabara – xxx
2013 – Taça Guanabara, Taça Rio e Campeonato Estadual – Seedorf (SUR/HOL) e Lodeiro (URU)
2012 – Taça Rio – ‘Loco’ Abreu (URU) e Herrera (ARG)
2010 – Taça Guanabara, Taça Rio e Campeonato Estadual – ‘Loco’ Abreu (URU) e Herrera (ARG)
2009 – Taça Guanabara – xxx
2008 – Taça Rio – Castillo (URU), Ferrero (ARG) e Escalada (ARG)
2007 – Taça Rio – xxx
2006 – Campeonato Estadual – xxx
1998 – Torneio Rio-São Paulo – xxx
1997 – Campeonato Estadual – xxx
1996 – Taça Cidade Maravilhosa – xxx
1995 – Campeonato Brasileiro – Niki (URU)
1993 – Copa Conmebol – xxx
1990 – Campeonato Estadual – xxx
1989 – Campeonato Estadual – Varela (URU)
1989 – Taça Rio – xxx
1977 – Torneio Início – xxx
1976 – Taça José Wander Rodrigues Mendes – xxx
1975 – Taça Augusto Pereira da Motta – ‘El Lobo’ Fischer (ARG)
1968 – Taça Brasil – xxx
1968 – Taça Guanabara – xxx
1968 – Campeonato Carioca – xxx
1967 – Torneio Início e Campeonato Carioca – xxx
1967 – Taça Guanabara – xxx
1966 – Torneio Rio-São Paulo – xxx
1964 – Torneio Rio-São Paulo – xxx
1963 – Torneio Início – xxx
1962 – Torneio Início e Campeonato Carioca – xxx
1962 – Torneio Rio-São Paulo – xxx
1961 – Torneio Início e Campeonato Carioca – xxx
1957 – Campeonato Carioca – Cañete (PAR)
1951 – Torneio Municipal – xxx
1948 – Campeonato Carioca – xxx
1947 – Torneio Início – xxx
1938 – Torneio Início – xxx
1935 – Campeonato Carioca – xxx
1934 – Torneio Início e Campeonato Carioca – xxx
1933 – Campeonato Carioca – xxx
1932 – Campeonato Carioca – xxx
1931 – Copa dos Campeões Rio-São Paulo – xxx
1930 – Campeonato Carioca – xxx
1912 – Campeonato Carioca – Edgard Pullen (ING)
1910 – Campeonato Carioca – Edgard Pullen (ING)
1907 – Campeonato Carioca – Millar (ESC)

[Fonte: RSSSF Brasil.]

Nota – Se também levarmos em consideração os campeonatos cariocas de primeiros quadros amadores, tivemos ainda os seguintes campeões:

1944 – Cid (ESP)
1943 – Cid (ESP)
1942 – Cid (ESP) e Cataldo (PAR)

4 comentários:

  1. El Lobo Fischer merecia mais. Estrangeiro que mais fez gols e que mais vestiu a camisa do Botafogo.

    Loco Abreu, Herrera, Lodeiro, Seedorf, Gatito e Carli. Todos decisivos e ídolos da torcida (lodeiro menos que todos, mais jogou bem em 2013). Navarro também foi bem.

    Essa, portanto, é a melhor década de estrangeiros no futebol alvinegro, apesar de Valencia.

    Rafael Botafoguense

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rafael.
      Cheguei a assistir o Fischer jogando. Era muito 'raçudo' e oportunista, e por isto mesmo caiu nas graças da torcida.
      E realmente nos últimos 10 anos a quantidade de gringos campeões pelo Botafogo aumentou consideravelmente.
      Aproveito para incluir a relação atualizada dos nossos maiores goleadores estrangeiros:
      1º) Fischer, ‘El Lobo’ (argentino), 68 gols em 180 jogos, média de 0,37 – 8º (1972-1976)
      2º) ‘Loco’ Abreu (uruguaio), 63 gols em 107 jogos, média de 0,58 – 4º (2010-2012)
      3º) Herrera (argentino), 51 gols em 142 jogos, média de 0,359 – 9º (2010-2012)
      4º) Alarcón (argentino), 28 gols em 44 jogos, média de 0,63 – 2º (1955-1957)
      5º) González (argentino), 26 gols em 52 jogos, média de 0,5 – 5º (1942-1943)
      6º) Seedorf (surinamês, naturalizado holandês), 24 gols em 81 jogos, média de 0,29 – 11º (2012-2013).
      7º) Franquito (uruguaio), 23 gols em 53 jogos, média de 0,43 – 7º (1944-1946)
      8º) Lodeiro (uruguaio), 17 gols em 85 jogos, média de 0,2 – 13º (2012-2014)
      9º) Valsecchi (argentino), 16 gols em 19 jogos, média de 0,84 – 1º (1944 e 1946-1947)
      10º) Chemp (ucraniano), 15 gols em 42 jogos, média de 0,357 – 10º (1937-1938)
      11º) Bravo (argentino), 10 gols em 21 jogos, média de 0,47 – 6º (1952-1953)
      12º) Navarro (uruguaio), 9 gols em 15 jogos, média de 0,6 – 3º (2015)
      13º) Zeballos (paraguaio), 9 gols em 36 jogos, média de 0,25 – 12º (2014)
      14º) De Lima (uruguaio), 8 gols em 46 jogos, média de 0,17 – 14º (1987-1988)

      Saudações Botafoguenses Campeãs!

      Excluir
    2. Interessante como Loco e Herrera chegaram próximos ao Fischer e se isolaram do 4º, Alarcón. Se ficasse um pouco mais, Seedorf também o teria passado.

      Achei que Pipa Estévez tivesse feito mais gols.

      Rafael Botafoguense

      Excluir
    3. Olá, Rafael.
      Bem que o Seedorf poderia ter ficado para disputar a Libertadores de 2014, e ali ele teria marcado outros gols, certamente.
      Quanto ao Pipa Estévez, ele só marcou 1 gol pelo Botafogo: foi contra o Internacional, em 2004.

      Saudações Botafoguenses Campeãs!

      Excluir