quarta-feira, 26 de julho de 2017

Algumas Formações do Botafogo em 1941

pesquisa de Claudio Falcão

Iniciamos com a imagem do elenco botafoguense que participou de uma excursão à América do Norte nos primeiros meses do ano.

(Reprodução fotográfica)

Temos agora a equipe que participou do Torneio Início, realizado em General Severiano a 27/04/1941: Aymoré, Graham Bell e Araraquara; Laxixa, Sabino e Zarcy; Paschoal, Geraldino, Carvalho Leite, Sardinha e César.

(Imagem: O Globo Sportivo)

Segue a formação do Botafogo que enfrentou o C.R. Vasco da Gama, em São Januário, a 08/06/1941: Brandão, Caieira e Borges; Zezé Procópio, Zezé Moreira e Zarcy; Patesko, Geraldino, Heleno, Geninho e Pirica.

(Imagem: Esporte Ilustrado)

Pelo segundo turno do campeonato carioca, temos a equipe do Botafogo que empatou a 10/08/1941 com o C.R. Vasco da Gama em 1 a 1, em General Severiano, marcando Heleno de Freitas o nosso gol: Aymoré, Caieira e Graham Bell; Zezé Procópio, Santamaria e Zarcy; Patesko, Heleno, Paschoal, Geninho e Pirica.

(Imagem: Gazeta de Notícias)

Também em 1 a 1 o Botafogo empatou com o C.R. Flamengo em General Severiano, a 24/08/1941, gol de Paschoal, formando assim: Aymoré, Caieira e Graham Bell; Zezé Procópio, Santamaria e Zarcy; Paschoal, Geraldino, Heleno, Geninho e Patesko.

Da esquerda para a direita, em pé: Santamaria, Caieira,
Zezé Procópio, Graham Bell, Aymoré e Zarcy; agachados:
Paschoal, Geraldino, Heleno, Geninho e Patesko
(imagem: Esporte Ilustrado)

domingo, 23 de julho de 2017

Remador Botafoguense é Campeão Mundial

pesquisa de Claudio Falcão

(Foto: site oficial do Botafogo F.R.)

Na manhã deste domingo, em Plovdiv (Bulgária), o remador botafoguense Uncas Tales Batista conquistou a medalha de ouro na prova de single skiff peso leve, no Campeonato Mundial de Remo Sub-23, com o tempo de 6’59”46, para um percurso de 2.000 metros.

Em 21 de julho, nas quartas de final, o atleta já quebrara o recorde da prova, com 6’46”34, cuja marca anterior era de 2011.

Uncas Tales Batista tornou-se o primeiro remador masculino brasileiro a conquistar um título mundial.

E o seu técnico é o também botafoguense Paulo Vinícius Alves de Souza, o Paulinho.

Os parabéns do DataFogo a Uncas e ao seu treinador!

[Fontes: site oficial do Botafogo F.R. e http://www.remobrasil.com.]

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Algumas Formações do Botafogo em 1940

pesquisa de Claudio Falcão

Temos a equipe do Botafogo que participou do Torneio Início, realizado a 14/04/1940 no estádio do Fluminense F.C.: Aymoré, Graham Bell e Araraquara; Zarcy, Pacheco e Canalli; Álvaro, Carvalho Leite, Paschoal, Nélson e Patesko.

(Imagem: Sport Illustrado)

A seguir, a formação do Glorioso que a 09/06/1940, em São Januário, empatou em 3 a 3 com o Fluminense F.C., tendo Tadique, Canalli e Heleno marcado os nossos gols: Aymoré, Graham Bell e Araraquara; Zezé Procópio, Zezé Moreira (Martim) e Canalli; Tadique, Heleno, Paschoal, Perácio e Patesko.

(Imagem: Sport Illustrado)

Concluímos com a equipe alvinegra que enfrentou em 01/09/1940 o C.R. Flamengo, no campo deste: Aymoré, Graham Bell e Nariz (Ivan); Zezé Procópio, Zezé Moreira e Zarcy; Tadique, Carvalho Leite, Paschoal, Nélson (Heleno) e Patesko.

Da esquerda para a direita, em pé: Carvalho Leite, Zezé Moreira,
Graham Bell, Zezé Procópio, Nariz e Zarcy; agachados:
Tadique, Aymoré, Paschoal, Nélson e Patesko
(imagem: O Globo Sportivo)

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Algumas Formações do Botafogo em 1939

pesquisa de Claudio Falcão

Iniciamos com a formação do Botafogo que participou do Torneio Início, realizado em General Severiano a 26/03/1939: Aymoré, Bibi e Nariz; Zezé Moreira, Martim e Canalli; Álvaro, Carvalho Leite, Paschoal, Nélson e Patesko.

(Imagem: O Globo Sportivo)

Agora temos a equipe botafoguense que derrotou por 5 a 3 o São Cristóvão a 09/04/1939, ainda em General Severiano, tendo marcado Carvalho Leite (2), Paschoal, Perácio e Álvaro para o Glorioso: Aymoré, Bibi e Nariz; Zezé Moreira (Zarcy), Martim e Canalli; Álvaro, Carvalho Leite, Paschoal, Perácio e Patesko.

(Imagem: O Globo Sportivo)

A seguir, a 16/04/1939, enfrentamos o C.R. Flamengo, no campo deste, jogando assim: Aymoré, Bibi e Nariz; Zezé Moreira, Martim (Zarcy) e Canalli; Álvaro, Carvalho Leite, Paschoal, Perácio e Patesko.

(Imagem: O Globo Sportivo)

Temos adiante a formação do Alvinegro que, jogando em casa a 21/05/1939, derrotou o Fluminense F.C. por 4 a 1, sendo os nossos gols marcados por Paschoal, Patesko, Álvaro e Carvalho Leite: Aymoré, Bibi e Nariz; Zezé Moreira, Engel e Canalli; Álvaro, Carvalho Leite, Paschoal, Perácio e Patesko.

(Imagem: O Globo Sportivo)

E concluímos com uma formação do Botafogo, a qual não consegui identificar em que partida interveio, embora reconhecendo que foi em General Severiano.

Da esquerda para a direita, em pé: Canalli, Perácio, Carvalho Leite,
Zezé Procópio, Zezé Moreira, Graham Bell e Nariz;
agachados: Álvaro, Paschoal, Patesko e Aymoré
(imagem: revista 'O Cruzeiro')

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Pela Libertadores o Botafogo derrotou o Nacional em Montevidéu

por Claudio Falcão


Na noite desta quinta-feira o Botafogo derrotou por 1 a 0 o Nacional (URU) no jogo de ida pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América.

Numa fria e chuvosa Montevidéu, mais uma vez contando com o apoio de seus torcedores, que compareceram em bom número ao estádio, o Alvinegro marcou o seu gol após cruzamento da esquerda de Rodrigo Pimpão para o chute de Bruno Silva, que resvalou na zaga, até o arremate final de João Paulo, aos 37 minutos do primeiro tempo, bem em frente ao setor destinado à galera botafoguense.

Novamente deu gosto de ver a aplicação tática, o empenho e a garra dos jogadores alvinegros, ressaltando o constante apoio de seus atacantes, Rodrigo Pimpão e Roger, que sempre recuavam para auxiliar no combate aos adversários.

Agora nos resta controlar a ansiedade no aguardo da partida de volta, a realizar-se em nosso estádio no dia 10 de agosto.

(Foto: site oficial do Botafogo F.R.)

Ficha Técnica:

BOTAFOGO F.R. 1 x 0 C. NACIONAL DE F. (URU)
Data: 06/07/2017
Local: Estádio Gran Parque Central, Montevidéu (Uruguai)
Árbitro: Julio Bascuñán (CHI)
Renda / Público: Não divulgados
Gol: João Paulo, aos 37’ (1º tempo)
Cartões amarelos: João Paulo e Bruno Silva (Botafogo); Polenta, Fucile e Santiago Romero (Nacional)
Botafogo: Gatito Fernández, Arnaldo, Joel Carli (capitão), Emerson Silva e Victor Luís; Rodrigo Lindoso, Matheus Fernandes, Bruno Silva e João Paulo (Camilo); Rodrigo Pimpão (Guilherme) e Roger (Marcos Vinícius). Técnico: Jair Ventura
Nacional: Conde, Fucile (Ramírez), García, Polenta e Espino; Santiago Romero, González e Carballo; Viudez (Ligüera), Silveira (Coelho) e Fernández. Técnico: Martín Lasarte

[Fontes: Extra e Lance!]

sábado, 1 de julho de 2017

Botafogo Campeão da Liga Ouro de Basquetebol Masculino 2017

pesquisa de Claudio Falcão

(Foto: Vítor Silva / SS Press / Botafogo)

É o Botafogo de volta à elite do Basquetebol brasileiro!

Na quinta e decisiva partida das finais, ao derrotar por 90 x 68 na noite desta sexta-feira a equipe do Joinville, o Botafogo conquistou em seu ginásio o título da Liga Ouro de Basquetebol masculino de 2017, credenciando-se à disputa da edição de 2017/2018 do NBB.

Segue a campanha do Alvinegro:

FASE DE CLASSIFICAÇÃO

03/03 – Ginásio do IFAP – Santos F.C. (AP) 63 x 66 Botafogo (cestinha: Jamaal – 18 pontos)

05/03 – Ginásio do IFAP – Santos F.C. (AP) 67 x 81 Botafogo (cestinha do Botafogo: Arnaldinho – 22 pontos)

15/03 – Ginásio do Olympico Club (Belo Horizonte) – Contagem Towers 64 x 74 Botafogo (cestinhas do Botafogo: Arnaldinho e Jamaal – 13 pontos)

17/03 – Ginásio do Olympico Club (Belo Horizonte) – Contagem Towers 82 x 78 Botafogo (cestinha do Botafogo: Jamaal – 22 pontos)

26/03 – Ginásio Oscar Zelaya (General Severiano) – Botafogo 90 x 64 Basquete Blumenau (cestinha: Wes – 29 pontos)

28/03 – Ginásio Oscar Zelaya (General Severiano) – Botafogo 89 x 85 Basquete Blumenau (cestinha: Jamaal – 29 pontos)

31/03 – Ginásio Oscar Zelaya (General Severiano) – Botafogo 91 x 53 A.D. Brusque (cestinha: Arnaldinho – 17 pontos)

02/04 – Ginásio Oscar Zelaya (General Severiano) – Botafogo 80 x 59 A.D. Brusque (cestinha: Arnaldinho – 23 pontos)

14/04 – Ginásio Oscar Zelaya (General Severiano) – Botafogo 62 x 66 Joinville/AABJ (cestinha do Botafogo: Arnaldinho – 14 pontos)

16/04 – Ginásio Oscar Zelaya (General Severiano) – Botafogo 81 x 68 Joinville/AABJ (cestinha do Botafogo: Jamaal – 20 pontos)

21/04 – Ginásio Oscar Zelaya (General Severiano) – Botafogo 124 x 68 Santos F.C. (AP) (cestinha: Arnaldinho – 19 pontos)

23/04 – Ginásio Oscar Zelaya (General Severiano) – Botafogo 101 x 79 Santos F.C. (AP) (cestinha: Arnaldinho – 21 pontos)

27/04 – Ginásio do Galegão – Basquete Blumenau 98 x 86 Botafogo (cestinha do Botafogo: Arnaldinho – 22 pontos)

29/04 – Centreventus Cau Hansen – Joinville/AABJ 75 x 79 Botafogo (cestinha: Rafinha – 17 pontos)

01/05 – Arena Brusque – Brusque 73 x 75 Botafogo (cestinha: Douglas – 18 pontos)

05/05 – Ginásio Oscar Zelaya (General Severiano) – Botafogo 76 x 80 Contagem Towers (cestinha: Arnaldinho – 21 pontos)

07/05 – Ginásio Oscar Zelaya (General Severiano) – Botafogo 61 x 57 Contagem Towers (cestinha do Botafogo: Arnaldinho – 20 pontos)

16/05 – Ginásio do Galegão – Basquete Blumenau 75 x 66 Botafogo (cestinha: David – 17 pontos)

18/05 – Centreventus Cau Hansen – Joinville/AABJ 82 x 88 Botafogo (cestinha: Wes – 31 pontos)

20/05 – Arena Brusque – Brusque 66 x 87 Botafogo (cestinha: Abner – 23 pontos)

Nota: o Botafogo terminou a fase de classificação em 1º lugar, com 27 pontos, empatado com o Contagem Towers, porém com melhor saldo de pontos: 116 a 62. O Santos F.C. (AP) foi eliminado da disputa, não sendo, portanto, computados os pontos das partidas contra esse clube.

SEMIFINAIS

03/06 – Ginásio Oscar Zelaya (General Severiano) – Botafogo 82 x 81 Basquete Blumenau (cestinha do Botafogo: Arnaldinho – 25 pontos)

05/06 – Ginásio Oscar Zelaya (General Severiano) – Botafogo 75 x 67 Basquete Blumenau (cestinha: Douglas – 15 pontos)

09/06 – Ginásio do Galegão – Basquete Blumenau 71 x 55 Botafogo (cestinha do Botafogo: Jamaal – 11 pontos)

11/06 – Ginásio do Galegão – Basquete Blumenau 69 x 74 Botafogo (cestinha do Botafogo: Wes – 16 pontos)

FINAIS

19/06 – Ginásio Oscar Zelaya (General Severiano) – Botafogo 83 x 67 Joinville/AABJ (cestinha do Botafogo: Feliz – 19 pontos)
Botafogo: Feliz, Jamaal, Wes, Abner e Douglas. No banco: Rafinha, David, Roberto, Arnaldinho, Rodrigo Bahia e Phill.

22/06 – Ginásio Oscar Zelaya (General Severiano) – Botafogo 68 x 76 Joinville/AABJ (cestinha: Jamaal – 30 pontos)
Botafogo: Feliz, Jamaal, Wes, Abner e Douglas. No banco: Rafinha, David, Roberto, Arnaldinho, Rodrigo Bahia e Phill.

25/06 – Centreventus Cau Hansen – Joinville/AABJ 60 x 66 Botafogo (cestinha: Rodrigo Bahia – 19 pontos)
Botafogo: Feliz, Jamaal, David, Abner e Douglas. No banco: Rafinha, Wes, Roberto, Arnaldinho, Rodrigo Bahia e Phill.

27/06 – Centreventus Cau Hansen – Joinville/AABJ 79 x 75 Botafogo (cestinha: Wes – 23 pontos)
Botafogo: Feliz, Jamaal, David, Abner e Douglas. No banco: Rafinha, Arnaldinho, Roberto, Rodrigo Bahia, Phill e Wes.

30/06 – Ginásio Oscar Zelaya (General Severiano) – Botafogo 90 x 68 Joinville/AABJ (cestinha: Jamaal – 22 pontos)
Botafogo: Feliz, Jamaal, Wes, Abner e Douglas. No banco: David, Roberto, Arnaldinho, Rodrigo Bahia, Rafinha, Guga e Phill. Todos jogaram.

Nota: o norte-americano Jamaal Smith, que já fora eleito o melhor jogador da fase classificatória, também foi eleito o MVP das finais.

(Foto: site oficial do Botafogo F.R.)

Elenco:

1 – Feliciano (Feliz) Perez Neto
5 – Jamaal Thaddius Smith
6 – Rafael Diogo da Silva (Rafinha)
10 – David Augusto Santos Brito
11 –Arnaldo (Arnaldinho) de Souza Moreira Filho (capitão)
12 – Rodrigo (Rodrigo Bahia) Pedreira dos Santos Bispo
13 – Gustavo (Guga) Ceccato Ruiz
15 – Roberto Dias Ferreira
22 – Phillip (Phill) Ryan Flowers
24 – Wesley (Wes) Lyron Russell Jr.
33 – Abner Davi de Novais Moreira
34 – Douglas Corrêa dos Santos

Técnico campeão: Márcio Soares de Andrade.

[Fontes: site oficial do Botafogo F.R. e http://lnb.com.br/liga-ouro/.]

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Algumas Formações do Botafogo em 1938

pesquisa de Claudio Falcão

Inicialmente apresentamos a formação do Alvinegro que conquistou o Torneio Início a 10/04/1938, derrotando na final o São Cristóvão por 3 a 2, gols de Carvalho Leite (2) e Paschoal para as nossas cores: Aymoré, Lino (Zarcy) e Bibi; Zezé Moreira, Del Popolo (Luciano) e Canalli; Paschoal, Lara, Carvalho Leite, Nélson e Otto.

(Imagem: O Radical)

Adiante temos a equipe do Botafogo que enfrentou o Fluminense F.C., em São Januário, a 24/04/1938, pelo Torneio Municipal: Aymoré, Lino e Bibi; Affonso (Zarcy), Luciano (Del Popolo) e Canalli; Paschoal, Lara, Carvalho Leite, Nélson e Otto.

(Imagem: Sport Illustrado)

Novamente contra o Fluminense, agora pelo returno do Torneio Municipal, o Glorioso obteve a 26/06/1938 uma vitória por 3 a 1, gols de Otto (2) e Chemp, com a seguinte equipe: Aymoré, Lino e Bibi; Zezé Moreira, Del Popolo e Canalli; Álvaro, Carvalho Leite, Chemp, Nélson e Otto.

(Imagem: Sport Illustrado)

Agora temos nova formação do Botafogo em 1938, a qual não consegui identificar em que partida interveio, porém chegando à conclusão que foi após a copa do mundo daquele ano, pois verifiquei na imagem a presença de Nariz, o terceiro; Martim, o quarto; Perácio, o sexto e Patesko, o décimo (sempre da esquerda para a direita), que estavam a serviço do selecionado brasileiro.

(Imagem: Diário Carioca)

No campo do América F.C., a 27/11/1938, o Botafogo empatou em 1 a 1 com a equipe rubra, gol de Carvalho Leite, atuando assim: Aymoré, Lino e Nariz; Zezé Procópio (Zezé Moreira), Martim e Canalli; Paschoal, Carvalho Leite, Chemp, Perácio e Patesko.

(Imagem: O Globo Sportivo)

Temos a seguir a formação do Glorioso que a 11/12/1938 derrotou por 2 a 1 o C.R. Vasco da Gama, no estádio deste, sendo os nossos gols assinalados por Perácio e Patesko: Aymoré, Lino e Nariz; Zezé Moreira (Zarcy), Martim e Canalli (Affonso); Álvaro, Carvalho Leite, Paschoal, Perácio e Patesko.

Da esquerda para a direita, em pé: Zezé Moreira, Martim, Canalli, Aymoré,
Nariz e Lino; agachados: Álvaro, Carvalho Leite, Paschoal, Perácio e Patesko

E concluindo, mais uma formação do Botafogo de 1938 que não pude identificar em que partida interveio.

(Imagem: O Imparcial)

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Duas Formações do Botafogo em 1937

pesquisa de Claudio Falcão

Temos adiante duas imagens de formações do Botafogo no ano de 1937, sendo que não consegui identificar em que partidas estiveram em ação.

(Imagem: A Noite)

(Imagem: Diário Carioca)

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Algumas Formações do Botafogo em 1936

pesquisa de Claudio Falcão

De início temos duas imagens do elenco do Botafogo que excursionou no primeiro semestre de 1936 pela América do Norte.

(Reprodução fotográfica)

(Imagem: Gazeta de Notícias)

E a seguir, uma formação do Glorioso que competiu em partida do campeonato carioca daquele ano.

(Imagem: Correio da Manhã)

domingo, 11 de junho de 2017

Goleiros Estrangeiros no Botafogo

pesquisa de Claudio Falcão

Temos aqui a relação dos sete goleiros estrangeiros, todos sul-americanos, que já defenderam a meta da equipe principal de futebol do Botafogo.

'Gatito' Fernández na partida contra o Olimpia (PAR) - 22/02/2017
(Foto: Lance!)

‘Gatito’ Fernández (Roberto Júnior Fernández Torres) – paraguaio (2017) – veio do Figueirense F.C. (SC).

Castillo (Juan Guillermo Castillo Iriart) – uruguaio (2008-2009) – veio do C.A. Peñarol (URU). Campeão da Taça Rio (2008).

Niño (Eduardo Niño García) – colombiano (1993) – veio do America de Cali (COL).

Álvez (Fernando Harry Álvez Mosquera) – uruguaio (1987-1988) – veio do Independiente Santa Fe (COL).

Pereyra Natero (Flabio Pereyra Natero) – uruguaio (1956-1957) – veio do C. Cerro Porteño (PAR).

Lugano (Hector Juan Carlos Lugano) – argentino (1955) – veio do Guarany F.C., de Bagé (RS).

Noceda (Rubén Noceda) – paraguaio (1954) – veio do C. Presidente Hayes (PAR). Atuou somente por vinte minutos em uma partida amistosa.

Nota: Com relação ao goleiro Coggin (Ernest Harold Coggin), que foi campeão carioca pelo Botafogo em 1910, sem dúvida de origem britânica, fica-se na incerteza se seria de fato inglês de nascimento, visto que a 13/05/1908 atuou na meta de um “team brasileiro” que derrotou por 6 a 0, em jogo beneficente, um combinado de jogadores ingleses que atuavam na LMSA (Liga Metropolitana de Sports Athleticos), fazendo crer, portanto, que era brasileiro.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Duas Formações do Botafogo em 1935

pesquisa de Claudio Falcão

Chegamos ao ano de 1935, e aqui o leitor tem uma formação do Botafogo que não nos foi possível identificar em que partida interveio.

Na imagem identificamos, da esquerda para a direita, em pé:
Leônidas da Silva (o 2º), Russinho (o 4º) e Nariz (o 7º);
agachados: Canalli, Alberto, Carvalho Leite e Patesko
(foto: acervo do Botafogo F.R.)

E adiante temos a equipe do Glorioso na ocasião em que se sagrou tetracampeã carioca, ao derrotar por 5 a 4 a representação do Andarahy A.C., em São Januário, em 26/01/1936 (campeonato carioca de 1935), marcando Álvaro (2), Patesko, Carvalho Leite e Russinho para o Botafogo: Alberto, Octacílio e Nariz; Affonso (Luciano), Martim e Canalli; Álvaro, Leônidas da Silva (Viveiros), Carvalho Leite, Russinho e Patesko.

(Imagem: O Jornal)

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Duas Formações do Botafogo em 1934

pesquisa de Claudio Falcão

Segue a equipe do Botafogo, que a 01/04/1934 conquistou o Torneio Início da AMEA, atuando no campo do Andarahy A.C.: Germano, Vicente e Orlando Serpa; Affonso, Waldyr e Long; Átila, Beijinho (Eloy), Carvalho Leite, Jayme e Pirica.

(Imagem: O Jornal)

Já tricampeão carioca pela AMEA, eis a formação do Glorioso que em São Januário, a 09/12/1934, adotando oficialmente os calções negros, empatou em 1 a 1, em partida amistosa, com o C.R. Vasco da Gama, campeão pela Liga Carioca, marcando Carvalho Leite para o Botafogo: Victor, Sylvio e Nariz; Ariel, Martim (Fernando Giudicelli) e Canalli; Álvaro, Waldemar, Carvalho Leite, Nilo e Patesko.

(Imagem: O Globo)

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Há 90 Anos: Botafogo 9 x 2 Rubro-Negro

pesquisa de Claudio Falcão

(Manchete de 1ª página do jornal 'O Paiz', 30-31/05/1927)

Aspecto da fabulosa assistência
(imagem: revista 'O Malho')

Na data de hoje, a maior goleada havida em partidas de futebol entre dois tradicionais adversários do Rio de Janeiro, Botafogo 9 x 2 C.R. Flamengo, completa noventa anos.

Partida válida pelo turno do campeonato carioca, realizada no campo do Rubro-negro, já apontava, ao final do primeiro tempo, o placar de 7 a 1.

Da esquerda para a direita, em pé: Neiva, Almo, Neco, Ariza, Jerônimo,
Nilo, Claudionor e Octacílio; agachados: Pamplona, Couto e Rogério

(Imagem: revista 'O Malho')

(Imagem: revista 'Careta')

Ficha Técnica:

BOTAFOGO F.C. 9 x 2 C.R. FLAMENGO
Data: 29/05/1927
Local: Campo da Rua Paissandu
Árbitro: Newton de Castro Menezes
Competição: Campeonato Carioca (1º turno)
Gols: 1º tempo (7 x 1) – Ariza (2), aos 11’ e aos 23’; Joãozinho, aos 13’; Nilo (3), aos 14’, aos 30’ e aos 40’; Neco (de pênalti), aos 16’ e Moderato, aos 28’; final (9 x 2) – Nilo, aos 7’; Frederico e Joãozinho
Botafogo: Neiva, Couto e Octacílio; Pamplona (Jerônimo), Almo e Rogério; Ariza, Neco, Nilo, Joãozinho e Claudionor
Flamengo: Egberto, Hermínio e Hélcio; Benevenuto, Frederico e Flávio; Christolino, Pastor, Fragoso, Angenor (Japonês) e Moderato

[Fontes: A Noite, O Paiz e ‘O Futebol no Botafogo (1904-1950)’, de Alceu Mendes de Oliveira Castro.]