quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Zé Carlos, Goleiro Olímpico

dados estatísticos e súmulas: pesquisa de Pedro Varanda; pesquisa e texto: Claudio Falcão


O antigo goleiro Zé Carlos, José Carlos Pessanha, nasceu em Campos dos Goytacazes (RJ) a 29 de abril de 1955. Foi 'cria da casa', campeão do Torneio de ‘Cadets’ de Croix (França) pelo Botafogo (1973), campeão pan-americano pela seleção brasileira (1975) e atleta olímpico (Montreal – 1976).

Zé Carlos atuou em 148 jogos pelo Botafogo F.R., nos profissionais. Foi campeão da Taça Augusto Pereira da Motta (2° turno do Campeonato Carioca de profissionais) e também da Taça José Gilberto Silveira (2° turno do Campeonato Carioca de juvenis – atuais juniores, sub-20), ambas em 1975.

Estreia de Zé Carlos nos profissionais do Botafogo:
BOTAFOGO 0 x 0 BONSUCESSO (RJ)
Data: 03/08/1974
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Competição: Campeonato Carioca
Botafogo: Zé Carlos, Nei Dias, Chiquinho Pastor, Nei Conceição e Marinho Chagas; Ademir Vicente, Marcos Aurélio e Dirceu; Nílson Dias, Fischer e Ferretti (Puruca).
Obs.: Estreia de José Carlos Pessanha, “Zé Carlos”.

Conquista da Taça Augusto Pereira da Motta:
BOTAFOGO 2 x 0 FLUMINENSE
Data: 15/06/1975
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Renda: Cr$988.680,00
Público: 55.978 pagantes
Árbitro: Arnaldo Cézar Coelho
Competição: Campeonato Carioca (Taça Augusto Pereira da Motta)
Gols: Ademir Vicente, aos 20’ (1° tempo) e Carlos Roberto, aos 13’ (2° tempo)
Botafogo: Zé Carlos, Miranda, C. Pastor, Artur e M. Chagas (Carbone), Carlos Roberto, Ademir Vicente e Dirceu; Cremílson, Puruca (Rogério) e Nílson Dias. Técnico: Zagallo
Fluminense: Félix, Toninho, Silveira, Assis (Edinho) e Marco Antônio; Zé Mário, Cléber e Erivelto; Cafuringa, Manfrini e Mário Sérgio. Técnico: Paulo Emílio
Obs.: 1) Botafogo, campeão da Taça Augusto Pereira da Motta (1975); 2) O Fluminense estava fora da disputa do título.

Jogo de Desempate (decisão da Taça José Gilberto Silveira de Juvenis, atuais Juniores, sub-20):
BOTAFOGO 2 x 0 VASCO DA GAMA
Data: 29/06/1975
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Renda: Cr$320.312,50
Público: 25.186
Árbitro: Arnaldo Cézar Coelho
Competição: Campeonato Carioca de Juvenis (decisão da Taça José Gilberto Silveira)
Gols: Antônio Carlos, aos 5’ e Tiquinho, aos 15’ (ambos no 2° tempo)
Botafogo: Zé Carlos, Beto, Carlos Eduardo, Toninho e Dodô; Artur, Bruno (Luizinho Rangel) e Mendonça; Zair, Antônio Carlos (Ricardo) e Tiquinho. Técnico: Joel Martins
Vasco da Gama: Samuel, Valdir, Argeu, Ulimar e Paulo César; Helinho, Zandonaide e Luís Carlos; Toió (Jorge), Sérgio e César (Rubens). Técnico: Pavão
Obs.: 1) Esse jogo foi na preliminar de Seleção Carioca 3 x 3 Seleção Mineira. Nos pênaltis, Seleção Mineira 5 a 4; 2) Botafogo, campeão da Taça José Gilberto Silveira.

Último jogo de Zé Carlos pelo Botafogo:
BOTAFOGO 0 x 2 VASCO DA GAMA
Data: 08/04/1979
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Competição: Campeonato Carioca Especial
Botafogo: Zé Carlos, Perivaldo, Osmar, Miltão e China; Chiquinho, Mendonça e Renato Sá; Gil, Luizinho Lemos e Dé.

4 comentários:

  1. Fala Claudio. Muito garoto lembro de ouvir os jogos com o Zé Carlos no gol. Me recordo também do acidente automobilístico que abreviou sua carreira no Alvinegro e de uma atuação espetacular que ele teve pelo Campo Grande contra a gente em 1984, em Marechal. Ganhamos de 2 a 1, de virada, gol do Baltazar nos acréscimos. Zé Carlos fechou o gol. Outro que merecia muito mais, merecia uma carreira brilhante. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Marcos.
    Lembro-me também de uma fabulosa atuação que o Zé Carlos teve, em jogo contra o nosso rival rubro-negro, em que o Zé 'fechou' o gol.
    E de fato a carreira dele poderia ter ido bem mais adiante não fosse o grave acidente que sofreu...

    Saudações Botafoguenses Campeãs!

    ResponderExcluir
  3. olha gente,eu vi esse goleiro jogar pelo bota e digo a voces que foi o melhor goleiro que eu vi jogar,pena que sofreu aquele acidente,porque certamente seria o goleiro da seleçao em 82 e o Brasil seria campeao,tinha uma impulsão incrivel.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado leitor.
      Concordo com você sobre as excelentes qualidades do nosso ex-goleiro Zé Carlos.
      Quanto à hipótese de que ele poderia ter sido o goleiro titular da seleção brasileira em 1982, não se esqueça que tínhamos lá o grande Paulo Sérgio, que a meu ver deveria ter sido o arqueiro titular do Brasil naquela Copa.
      Ambos 'tremendos' goleiros, sem dúvida.

      Saudações Botafoguenses Campeãs!

      Excluir