domingo, 26 de dezembro de 2010

Retrospecto do Botafogo em Campeonatos Brasileiros de Futebol

pesquisa de Pedro Varanda

Bicampeão Brasileiro (1968*-1995).
(*) - Título reconhecido como campeão brasileiro pela CBF (ex-CBD) em 22/12/2010.

Jogos - 1.044
Vitórias - 379
Empates - 318
Derrotas - 347
Gols Pró - 1.356
Gols Contra - 1.279

Obs.: Estão incluídos todos os certames da CBD (atual CBF) recentemente reconhecidos pela entidade como Campeonato Brasileiro.

Nota - Foram consideradas as vitórias e derrota no Tribunal de Justiça Desportiva:
02/04/1969 - 1 x 1 Metropol-SC (General Severiano). Jogo interrompido no 2º tempo devido à tempestade. Posteriormente o Metropol desistiu da continuação da partida. Considera-se Botafogo 1 x 0.

26/11/1972 - 1 x 2 ABC-RN (Natal). O Botafogo ganhou os pontos (Botafogo 1 x 0).

01/05/1991 - 0 x 0 Fluminense-RJ (Laranjeiras). O Botafogo perdeu os pontos (Fluminense 1 x 0).

04/08/1999 - 1 x 6 São Paulo-SP (Morumbi). O Botafogo ganhou os pontos (Botafogo 1 x 0).

Primeiro jogo, de acordo com a CBF:
BOTAFOGO 2 X 2 INTERNACIONAL
Data: 21/11/1962
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Renda: Cr$920.630,00
Público: 5.903
Árbitro: Ricardo Alberto Silva
Competição: Taça Brasil (reconhecida como Brasileiro)
Gols: Amarildo (2), aos 10 segundos e 37' (1º tempo); Alfeu, aos 30' e Sapiranga, aos 35' (2º tempo)
Botafogo: Manga, Joel, Zé Maria, Nílton Santos e Rildo; Ayrton (Édison) e Arlindo; Garrincha, Quarentinha, Amarildo e Zagallo. Técnico: Marinho Rodrigues
Internacional: Gainete, Zangão, Ary Ercílio, Cláudio Danni e Ezequiel; Kim e Oswaldinho; Sapiranga, Alfeu, Flávio e Gilberto Andrade. Técnico: Pedro Ario Figueiró (Pedrinho)
Obs.: 1) O primeiro gol foi aos 10 segundos, de acordo com o Jornal dos Sports e O Globo; 2) O árbitro foi o argentino Ricardo Alberto Silva, radicado no futebol gaúcho.
Fontes: Jornal dos Sports e O Globo

Primeira vitória, de acordo com a CBF:
BOTAFOGO 2 X 0 INTERNACIONAL
Data: 30/11/1962
Local: Olímpico, Porto Alegre
Renda: Cr$4.577.185,00
Público: 18.037
Árbitro: Armando Marques
Competição: Taça Brasil (reconhecida como Brasileiro)
Gols: Quarentinha (2), aos 4' (1º tempo) e aos 9' (2º tempo)
Botafogo: Manga, Paulistinha, Jadir, Nílton Santos e Rildo; Ayrton e Édison (Arlindo); Garrincha, Quarentinha, Amarildo e Zagallo. Técnico: Marinho Rodrigues
Internacional: Gainete, Zangão, Ary Ercílio, Cláudio Danni e Ezequiel; Kim e Oswaldinho; Sapiranga (Mauro), Alfeu, Flávio e Bedeuzinho. Técnico: Pedro Ario Figueiró (Pedrinho)
Obs.: Com essa sensacional vitória passamos à fase seguinte da competição.
Fontes: Jornal dos Sports e O Globo

Maiores goleadas a favor:
BOTAFOGO 6 X 1 METROPOL
Data: 05/12/1968
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Renda: NCr$12.405,75
Público: 6.495
Árbitro: Iolando Rodrigues
Competição: Taça Brasil (reconhecida como Brasileiro)
Gols: Humberto, aos 7' e Paulo Cézar, aos 34' (1º tempo); Rogério, aos 2', Afonsinho, aos 27', Ferretti (2), aos 31' e 37' e Nilzo, aos 42' (2º tempo)
Botafogo: Cao, Moreira, Zé Carlos, Dimas e Waltencir; Carlos Roberto e Gérson (Afonsinho); Rogério, Roberto (Ferretti), Humberto e Paulo Cézar. Técnico: Zagallo
Metropol: Rubens, Ortunho, César (Toninho), Di e Édson; Joel, Adaílton e Carbone; Leocádio, Nilzo e Zezinho (Márcio). Técnico: João Carlos de Castro
Fonte: O Globo

BOTAFOGO 6 X 0 FLAMENGO
Data: 15/11/1972
Local: Maracanã, Rio de Janeiro
Renda: Cr$289.772,00 / Público: 46.279
Árbitro: José de Assis Aragão
Competição: Campeonato Brasileiro
Gols: Jairzinho, aos 15' e Fischer, aos 35' e 41' (1º tempo); Jairzinho, aos 23' e 38' (de letra) e Ferretti, aos 42' (2º tempo)
Botafogo: Cao, Mauro Cruz, Waltencir, Osmar e Marinho Chagas; Carlos Roberto, Nei Conceição e Ademir Vicente (Marcos Aurélio); Zequinha, Fischer (Ferretti) e Jairzinho. Técnico: Sebastião Leônidas
Flamengo: Renato, Moreira, Chiquinho Pastor, Tinho e Rodrigues Neto; Liminha, Zanata (Mineiro) e Paulo Cézar Caju; Rogério (Caio), Humberto e Fio Maravilha. Técnico: Zagallo
Obs.: 1) O C.R. Flamengo, em seu aniversário, ganhou um presente de grego; 2) Sensacional vitória!
Fontes: Jornal do Brasil e Revista Placar

BOTAFOGO 6 X 0 GOIÁS
Data: 19/04/1992
Local: Caio Martins, Niterói
Árbitro: José Aparecido de Oliveira
Competição: Campeonato Brasileiro
Gols: Carlos Alberto Dias (2), Chicão (2), Valdeir e Bujica
Botafogo: Ricardo Cruz, Odemílson, Renê Playboy, Márcio Santos e Válber; Carlos Alberto Santos (Pino), Jefferson Douglas e Valdeir; Vivinho, Chicão (Bujica) e Carlos Alberto Dias. Técnico: Gil
Goiás: Martorelli, Wilson Goiano, Rubens Carlos, Jorge Batata (Vladimir) e Jorge Luiz; Marçal, Wallace e Augusto (Cacau); Niltinho, Túlio Maravilha e Paulo César. Técnico: Sebastião Lapola
Obs.: O atleta Pingo (Luís Roberto Magalhães) estava suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Quem substituiu Carlos Alberto Santos foi Pino (Adir Machado Xavier).
Fontes: Jornal do Brasil e O Dia

Maior série invicta:
42 jogos, de 16/10/1977 a 16/07/1978, com 25 vitórias e 17 empates (recorde).

Campeonato Brasileiro de 1977
0 x 0 Vila Nova (GO), 1 x 0 Brasília (DF), 3 x 1 Goiás (GO), 1 x 1 Goytacaz (RJ), 3 x 1 Atlético (PR), 3 x 0 Americano (RJ), 0 x 0 Vasco da Gama (RJ), 3 x 0 Londrina (PR), 1 x 0 Goiânia (GO), 2 x 2 Botafogo (SP), 1 x 1 Operário-CG (MS), 1 x 0 Fluminense (RJ), 3 x 1 CSA (AL), 0 x 0 Bahia (BA), 2 x 0 América (RN), 0 x 0 Atlético (MG), 3 x0 Cruzeiro (MG) e 3 x 1 Fast Club (AM).

Campeonato Brasileiro de 1978
2 x 0 Itabuna (BA), 1 x 1 Bahia (BA), 5 x 1 Sergipe (SE), 1 x 0 Volta Redonda (RJ), 1 x 0 Ponte Preta (SP), 0 x 0 Vasco da Gama (RJ), 3 x 0 Vitória (BA), 1 x 0 Confiança (SE), 0 x 0 CSA (AL), 1 x0 CRB (AL), 1 x 1 Guarani (SP), 2 x 0 América (RJ), 1 x 1 Flamengo (RJ), 2 x 2 Botafogo (SP), 2 x 1 Corinthians (SP), 0 x 0 Operário-CG (MS), 2 x 1 Sport Recife (PE), 3 x 0 Comercial (SP), 3 x 0 Juventude (RS), 1 x 1 Flamengo (RJ), 3 x 1 América (RJ), 0 x 0 Coritiba (PR), 1 x 1 Noroeste (SP) e 2 x 1 Palmeiras (SP).

Maiores artilheiros:
1º) Túlio Maravilha - 69 gols em 109 jogos (1994 a 1996, 1998 e 2000).
2º) Mendonça - 47 gols em 100 jogos (1975 a 1982).
3º) Nílson Dias - 39 gols em 99 jogos (1971 a 1978).

12 comentários:

  1. Boa tarde.

    Lembrando mais uma goleada:

    BOTAFOGO 5 x 0 ATLÉTICO (PR)
    Data: 03 / 09 / 2006
    Local: Joaquim Américo (Arena da Baixada), Curitiba
    Árbitro: Giulliano Bozzano
    Competição: Campeonato Brasileiro
    Botafogo: Lopes, Rafael Marques, Juninho e Asprilla (Felipe Saad); Ruy, Diguinho (Ataliba), Claiton, Zé Roberto e Júnior César; Lima e Reinaldo (Wando). Técnico: Dirceo Stival “Cuquinha”
    Atlético (PR): Cléber, André Rocha (Erandir), Danilo, João Leonardo e Ivan; Alan Bahia (Fabrício), Marcelo Silva, Christian e Ferreira; Marcos Aurélio (William) e Denis Marques. Técnico: Vadão
    Gols: Lima (2), Reinaldo (2) e Zé Roberto
    Obs: 1) Alexi Stival (Cuca), suspenso 60 dias pelo STJD, foi substituído pelo auxiliar técnico Dirceo Stival (Cuquinha); 2) Christian foi expulso

    VIVA O BICAMPEÃO BRASILEIRO (1968-1995)!

    Saudaçoes Alvinegras

    ResponderExcluir
  2. É sempre bom mais uma goleada a nosso favor.
    Obrigado pela informação adicional.

    Saudações Botafoguenses Bicampeãs!

    ResponderExcluir
  3. rafael botafoguense29 de dezembro de 2010 18:25

    agora temos 5 finais de Campeonato Brasileiro: 62,68,72,92 e 95.

    as grandes goleadas de 68,72 e 92 mostram como eram bons esses times. talvez melhores que o de 95?

    ResponderExcluir
  4. Rafael, não podemos nos esquecer que em 1971 a final do Brasileiro foi em um triangular, e lá estava o Botafogo, que no entanto foi derrotado por São Paulo F.C. e C. Atlético Mineiro, o campeão naquele ano.

    Saudações Botafoguenses Bicampeãs!

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde.

    Mais súmulas de goleadas:

    BOTAFOGO 6 x 1 FORTALEZA
    Data: 06 / 02 / 1974
    Local: Maracanã, Rio de Janeiro
    Renda: Cr$ 139.212,00
    Público: 20.497
    Árbitro: Saul Mendes
    Competição: Campeonato Brasileiro / Nacional de 1973
    Gols: Jairzinho, de pênalti, aos 8’, Zé Paulo, contra, aos 10’, Nílson Dias (3), aos 16’, 30’ e 35’ (1° tempo); Puruca, aos 16’ e Geraldino, aos 45’ (2° tempo)
    Botafogo: Cao, Miranda, Waltencir, Osmar e Marinho Chagas; Carbone (Marcos Aurélio), Carlos Roberto e Dirceu; Puruca, Nílson Dias e Jairzinho (Tuca). Técnico: Paraguaio
    Fortaleza: Cícero, Louro, Zé Paulo, Wilkson (Dema) e Ronner; Paulinho e Zé Roberto; Lucinho, Haroldo, Íris e Silvinho (Geraldino). Técnico: Mozart Gomes
    Fontes: Jornal do Brasil e Jornal dos Sports

    BOTAFOGO 6 x 1 SÃO BENTO (SP)
    Data: 07 / 11 / 1979
    Local: Marechal Hermes, Rio de Janeiro
    Árbitro: Bráulio Zanotto
    Competição: Campeonato Brasileiro (Copa Brasil)
    Gols: Mendonça, aos 42’’, Campos, aos 12’, Gil, aos 27’, Perivaldo, aos 33’ (1° tempo); Ziza, aos 4’, Gil (2), aos 34’ e 43’ (2° tempo)
    Botafogo: Borrachinha, Perivaldo, Luís Cláudio (Carlos Alberto Batata), Renê e Vanderlei Luxemburgo; Wecsley, Mendonça e Marcelo; Gil, Silva e Ziza (Dé). Técnico: Djalma Cavalcante
    São Bento: Márcio, Chiru, Arlindo Nilo (Tutu), Nílson Andrade e Dodô (Marcelo); Draílton, Coca e Gatãozinho; Cremílson, Campos e Cacá. Técnico: Celso Marão
    Fontes: Jornal do Brasil e Jornal dos Sports

    BOTAFOGO 5 x 0 ATLÉTICO MINEIRO
    Data: 12 / 11 / 1995
    Local: Maracanã, Rio de Janeiro
    Renda: R$ 193.605,00
    Público: 19.553
    Árbitro: Antônio Pereira da Silva
    Competição: Campeonato Brasileiro
    Gols: Gonçalves, aos 11’ e Donizete (2), aos 15’ e 19’ (1° tempo); Túlio (2), aos 36’ e 44’ (2° tempo)
    Botafogo: Wagner, Wilson Goiano, Wilson Gottardo, Gonçalves e André Silva (Guto); Leandro Ávila (Moisés), Jamir, Beto (Narcízio) e Sérgio Manoel; Donizete e Túlio. Técnico: Paulo Autuori
    Atlético Mineiro: Adílson, Dinho, Ronaldo, Jorge Luiz e Paulo Roberto; Doriva, Carlos, Leandro (Ademir) e Cairo (Clayton); Euller e Ézio (Renaldo). Técnico: Procópio Cardoso
    Fonte: Jornal do Brasil

    BOTAFOGO 5 x 0 BRAGANTINO
    Data: 29 / 09 / 1996
    Local: Caio Martins, Niterói
    Árbitro: Antônio Abreu Nascimento
    Competição: Campeonato Brasileiro
    Gols: Túlio (2), aos 26’ e 44’, e Wilson Gottardo, aos 37’ (1° tempo); Túlio (2), aos 19’ e 23’ (2° tempo)
    Botafogo: Wagner, Wilson Goiano, Wilson Gottardo, Gonçalves e Jefferson; França, Moisés, Marcelo Alves (Jairo Lenzi) e Clayton (Otacílio); Mauricinho e Túlio. Técnico: Jair Pereira
    Bragantino: Eduardo, Alexandre, Viana, Rocha e Biro-Biro; Caniggia, Maurinho, Alex (Ronaldo Alfredo) e Rubens; Kelly e Edílson (Gílson Batata). Técnico: Antônio Pardal
    Fontes: Jornal do Brasil e Revista Botafogo n° 251 de 1996

    Saudações Alvinegras,
    Pedro Varanda

    ResponderExcluir
  6. Obrigado, Pedro, pelo envio de mais goleadas do nosso Botafogo!

    ResponderExcluir
  7. Boa noite.

    FINAIS DO BOTAFOGO FR EM BRASILEIROS DE ACORDO COM A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE FUTEBOL (CBF):

    1962 – Campeonato Brasileiro (Taça Brasil): Vice-campeão contra o Santos FC.
    Pacaembu, 19 de Março de 1963: Santos 4-3 Botafogo.
    Maracanã, 31 de Março de 1963: Botafogo 3-1 Santos.
    Maracanã, 2 de Abril de 1963: Botafogo 0-5 Santos.

    1968 – Campeonato Brasileiro (Taça Brasil): Campeão contra o Fortaleza EC.
    Presidente Vargas, 3 de Setembro de 1969: Fortaleza 2-2 Botafogo.
    Maracanã, 4 de Outubro de 1969: Botafogo 4-0 Fortaleza.

    1969 – Campeonato Brasileiro (Taça de Prata): 4° lugar no Quadrangular Final contra: SE Palmeiras (1°), Cruzeiro EC (2°) e SC Corinthians P. (3°).
    Maracanã, 30 de Novembro de 1969: Botafogo 2-2 Cruzeiro.
    Pacaembu, 3 de Dezembro de 1969: Corinthians 1-0 Botafogo.
    Morumbi, 7 de Dezembro de 1969: Palmeiras 3-1 Botafogo.

    1971 – Campeonato Brasileiro: 3° lugar no Triangular Final contra o C. Atlético Mineiro (1°) e São Paulo FC (2°).
    Morumbi, 15 de Dezembro de 1971: São Paulo 4-1 Botafogo.
    Maracanã, 19 de Dezembro de 1971: Botafogo 0-1 Atlético Mineiro.

    1972 – Campeonato Brasileiro: Vice-campeão contra: SE Palmeiras.
    Morumbi, 23 de Dezembro de 1972: Palmeiras 0-0 Botafogo.

    1992 – Campeonato Brasileiro: Vice-campeão contra o CR Flamengo.
    Maracanã, 12 de Julho de 1992: Flamengo 3-0 Botafogo.
    Maracanã, 19 de Julho de 1992: Botafogo 2-2 Flamengo.

    1995 – Campeonato Brasileiro: Campeão contra o Santos FC.
    Maracanã, 14 de Dezembro de 1995: Botafogo 2-1 Santos.
    Pacaembu, 17 de Dezembro de 1995: Santos 1-1 Botafogo.

    Sudações Alvinegras.

    ResponderExcluir
  8. Grato, amigo, por mais esta valiosa colaboração!

    ResponderExcluir
  9. passaram a mão no metropol?

    ResponderExcluir
  10. Ao anônimo leitor: pela leitura da postagem você poderá ver que o Botafogo goleou o Metropol por 6 a 1 na 'partida de ida'. Na partida de desempate, visto que a equipe catarinense derrotou-nos por 1 a 0 na 'partida de volta', fato que hoje em dia já nos daria a classificação pelo saldo de gols, houve interrupção do jogo em 1 a 1 devido a uma tempestade.
    Posteriormente, o Metropol DESISTIU da continuação da partida, o que motivou a sua derrota no tribunal.

    Saudações esportivas!

    ResponderExcluir
  11. Bom dia.

    E A FUTPÉDIA OMITE A VITÓRIA DO BOTAFOGO FR POR DESISTÊNCIA DO METROPOL (SC) EM 1969.

    VEJA QUE NÃO SÓ OS ÁRBITROS TÊM ÓDIO IMORTAL AO BOTAFOGO FR, O GLORIOSO (6 A 1 NO FFC), ALGUNS QUE PUBLICAM RESULTADOS NA INTERNET TAMBÉM.

    SAUDAÇÕES BOTAFOGUENSES.

    ResponderExcluir
  12. Amigo, trata-se de desconhecimento ou má vontade dos 'caras', visto que até mesmo um livro foi editado sobre a Taça Brasil de 1968 ('Passos do Campeão', de Auriel de Almeida), que esclarece muito bem a questão.

    Saudações Botafoguenses Bicampeãs!

    ResponderExcluir