quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Nilo Murtinho, Um Grande Goleador

pesquisa de Claudio Falcão e Pedro Varanda; dados estatísticos e súmulas: Pedro Varanda

Nilo Murtinho Braga foi um atacante que durante muitos anos defendeu as cores do Botafogo. Nasceu no Rio de Janeiro a 03 de abril de 1903. Começou sua carreira no S.C. Curupaity, "clube sem filiação, por volta de 1915", conforme o mesmo declarou em entrevista concedida ao 'boletim interno' do Glorioso. Em seguida transferiu-se para o Fluminense F.C., sendo campeão infantil pelo tricolor em 1916. Daí seguiu para o Nordeste, tendo atuado pelo América F.C. (RN). Em fins de 1918 retornou ao Rio de Janeiro, ingressando no Botafogo.

Estreou na equipe principal botafoguense aos 16 anos e 8 meses de idade, a 07 de dezembro de 1919, em partida válida pelo campeonato carioca contra o Bangu, no estádio deste, quando triunfamos por 2x0, em gols "resultantes de dois corners batidos por mim", segundo Nilo afirmou na entrevista acima citada.

Devido a algumas dissidências ocorridas no Clube, o atacante transferiu-se em 1922 para o S.C. Brasil, agremiação que disputava o campeonato da 2ª divisão da Liga, justamente para não ter que enfrentar o seu clube de coração. No certame daquele ano assinalou 19 gols em 11 jogos. No período de 1924 a 1926 atuou pelo Fluminense F.C., sendo campeão carioca de 1924 (AMEA) e artilheiro da competição com 28 gols, retornando ao Botafogo em 1927.

Conquistou pelo Alvinegro cinco títulos de campeão carioca (1930, 1932-1933-1934-1935 - tetra), além da Taça dos Campeões de 1930 Rio-São Paulo (1931), tendo defendido a seleção brasileira na copa do mundo de 1930 (Uruguai).

Durante muitos anos, de 1927 a 1940, foi o recordista de gols em uma única edição do campeonato carioca, quando chegou em 1927 à marca dos 30 gols, sendo igualado por Leônidas da Silva em 1940 e ultrapassado por Sylvio Pirillo, em 1941 (39 gols).

Sua última partida pela equipe principal do Botafogo ocorreu a 16 de maio de 1937, quando empatamos por 2x2 com o Olaria, em jogo do campeonato carioca.

Em sessão do Conselho Deliberativo, a 04 de fevereiro de 1931, foi-lhe concedido o título de emérito do Botafogo F.C., bem como a todos os campeões de 1930. E em 1956 recebeu a láurea de benemérito do Botafogo F.R.

Nilo era funcionário da Caixa Econômica Federal, tendo falecido no Rio de Janeiro a 14 de janeiro de 1975.

Nilo, em 1927 (foto do acervo do Botafogo F.R.)

RETROSPECTO PELO BOTAFOGO:

COMPETIÇÕES
Campeonato Carioca (1919 a 1921 e 1923) - Jogos: 18; Gols: 14
Amistosos (1919 a 1921 e 1923) - Jogos: 7; Gols: 2
Campeonato Carioca (1927 a 1937) - Jogos: 130; Gols: 127
Torneio Preparatório (1932) - Jogos: 3; Gol: 1
Amistosos e Torneios (1927 a 1935) - Jogos: 43; Gols: 46
TOTAL - Jogos: 201; Gols: 190

Obs.: 1) Nilo é o quinto maior artilheiro na história do Botafogo; 2) No Torneio Início atuou 19 vezes e marcou 6 gols; 3) Em 1937, após encerrar a carreira nos profissionais, atuou pelo Campeonato de Amadores, adulto, defendendo as cores alvinegras, certame este da Liga de Futebol do Rio de Janeiro (LFRJ).

Algumas súmulas:

BOTAFOGO 2 x 0 BANGU
Data: 07/12/1919
Local: Rua Ferrer, Rio de Janeiro
Árbitro: Álvaro Galvão Bueno
Competição: Campeonato Carioca
Gols: Carlito Rocha e Joppert (do Botafogo)
Botafogo: Oliveira, Monti e Nestor; Edgard Dutra, Carlito Rocha e Police; Moacyr, Petiot, Joppert, Luiz Menezes e Nilo
Bangu: Mattos, Emílio e Leitão; Joppert, Claudionor "Bolão" e Luiz Antônio; Alberto, Waldemiro, Patrick, Luiz e Juca
Obs.: Estreia de Nilo Murtinho Braga aos 16 anos.
Fonte: O Paiz

BOTAFOGO 9 x 2 FLAMENGO
Data: 29/05/1927
Local: Rua Paysandu, Rio de Janeiro
Árbitro: Mílton de Castro Menezes
Competição: Campeonato Carioca
Gols: Nilo (4), aos 11', 27', 35' e 45', Ariza (2), aos 8' e 18', Joãozinho (2), aos 10' e 65' e Neco, aos 13', para o Botafogo; Moderato, aos 28' e Frederico, aos 55', para o Flamengo
Botafogo: Neiva, Couto e Octacílio; Pamplona (Jeronymo), Almo e Rogério; Ariza, Neco, Nilo, Joãozinho e Claudionor
Flamengo: Egberto, Hermínio e Hélcio; Benevenuto, Frederico e Flávio Costa; Chrystolino, Pastor, Fragoso, Angenor e Moderato
Obs.: Maior goleada sobre o C.R. Flamengo.

BOTAFOGO 2 x 2 FLUMINENSE
Data: 07/12/1930
Local: Laranjeiras, Rio de Janeiro
Árbitro: Oswaldo Travassos Braga
Competição: Campeonato Carioca
Gols: 1º tempo - 1x1, Ary e Nilo (de cabeça); final - 2x2, Celso e Preguinho
Botafogo: Germano, Benedicto e Orlando Pessoa; C. Burlamaqui, Martim e Pamplona (Canalli); Ariza (Álvaro), Paulinho, Carvalho Leite, Nilo e Celso
Fluminense: Velloso, Albino e Alemão; Frota, Cabral e Ivan Mariz; Ary (Zé Maria), Fernando Giudicelli, Alfredinho, Preguinho e De Mori
Obs.: 1) Nilo cobrou um pênalti sobre o travessão; 2) Com esse resultado o Botafogo conquistou o campeonato do Rio de Janeiro.

BOTAFOGO 7 x 1 CORINTHIANS
Data: 06/05/1931
Local: General Severiano, Rio de Janeiro
Árbitro: Vittorio Silvestre Teixeira (de São Paulo)
Competição: Copa (Taça) dos Campeões Estaduais de 1930 (Rio-São Paulo)
Gols: Nilo (4), Carvalho Leite (2) e Paulinho, para o Botafogo; Bertone, para o Corinthians
Botafogo: Pedrosa, Benedicto e Octacílio; Pamplona, Martim e Canalli; Ariza, Paulinho, Carvalho Leite, Nilo e Celso
Corinthians: Colombo (Tuffy), Grané e Del Debbio; Leone, Guimarães e Munhoz; Filó, Napoli, Bertone, Rato e De Maria
Obs.: Com esse resultado o Botafogo conquistou a Taça AMEA pelo Interestadual Rio-São Paulo de 1930.

BOTAFOGO 2 x 2 OLARIA
Data: 16/05/1937
Local: Rua Cândido Silva, Rio de Janeiro
Árbitro: Virgílio Fedrighi
Competição: Campeonato Carioca da FMD
Gols: Álvaro (1º tempo); Motta "Canhoto", Álvaro e Motta "Canhoto" (2º tempo)
Botafogo: Aymoré Moreira, Octacílio e Nariz; Affonso, Zezé Moreira (Martim) e Canalli; Álvaro, Antenor (Luciano), Russinho, Nilo (Otto) e Patesko
Olaria: Inglez, Enneas e Fraga; Zarcy, Del Popolo e Claudionor "Nonô"; Ary, Velha, Alvarenga, Nestor e Motta "Canhoto"
Obs.: Despedida de Nilo da equipe principal do Botafogo.
Fonte: O Jornal

ARTILHARIA
Campeonato Carioca
1927 - 30 gols
1933 - 19 gols

CAMPEONATO CARIOCA (AMEA) - 1927
Nilo Murtinho Braga (Botafogo), 30 gols.
01/05 - 4x2 Bangu (1).
08/05 - 3x2 S.C. Brasil (2).
22/05 - 6x4 Andarahy (2).
29/05 - 9x2 Flamengo (4).
12/06 - 3x0 América (2).
19/06 - 8x1 Villa Isabel (6).
10/07 e 07/09 - 4x5 Bangu (1).
17/07 - 3x3 S.C. Brasil (1).
31/07 - 1x0 Andarahy (1).
07/08 - 5x3 Flamengo (3).
21/08 - 2x2 América (1).
04/09 - 7x4 Villa Isabel (5).
18/09 - 3x3 São Cristóvão (1).

CAMPEONATO CARIOCA (AMEA) -1933
Nilo Murtinho Braga (Botafogo), 19 gols.
07/05 - 5x1 Engenho de Dentro (2).
14/05 - 9x2 Portuguesa (5).
21/05 - 2x2 Confiança (1).
28/05 - 2x1 River (2).
04/06 e 26/11 - 1x0 Andarahy (1).
18/06 - 4x1 Mavilis (2).
02/07 - 2x1 S.C. Brasil (1).
16/07 - 7x4 Cocotá (5).

[Fontes: A Noite, Botafogo o Glorioso - Uma História em Preto e Branco, Correio da Manhã, Gazeta de Notícias, Jornal do Brasil, Jornal do Commercio, Jornal dos Sports, O Estado de São Paulo, O Futebol no Botafogo (1904-1950), O Globo, O Imparcial, O Jornal, O Paiz e Revista Botafogo, nº 69, de junho/1948.]

10 comentários:

  1. Boa tarde.

    Papai disse que Nilo, O PEQUENO GRANDE ARTILHEIRO, era o terror dos adversários.

    E titio gostou muito dos 9 x 2 sobre CRF e também disse: quase que o Flamengo sentou em campo.

    Veja os fundadores do primeiro clube de Nilo Murtinho Braga, o Sport Club Curupaity.

    Fundado 08-06-1914, no Cattete-Laranjeiras, cores: encarnado e branco.
    E. J. Silva (presidente).
    Álvaro de Sá (vice-presidente).
    Gerdal Gonzaga Braule (secretário).
    Jorge Coelho Netto (tesoureiro).
    Paulo Coelho Netto (captain).
    Trazevedo Filho (fiscal de campo).

    Fontes: Gazeta de Notícias e O Imparcial.

    Saudações esportivas.

    ResponderExcluir
  2. Caro leitor, obrigado pelos adendos.

    Saudações Botafoguenses!

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde.

    OS MAIORES ARTILHEIROS DA HISTÓRIA DO BOTAFOGO F.R. INCLUINDO TAMBÉM OUTRAS CATEGORIAS: JUVENIL (ATUAL JÚNIOR), AMADOR (ADULTO), ASPIRANTE (RESERVA / SUPLENTE / 2° QUADRO / 2° TIME).

    JOGADORES PERÍODO GOLS JOGOS
    1- Quarentinha 1954 a 1964 313 447
    2- Carvalho Leite 1929 a 1942 273 326
    3- Octávio Moraes 1943 a 1952 250 271
    4- Garrincha 1953 a 1965 245 614
    5- Nilo Murtinho 1919 a 1921, 1923 e 1927 a 1937 228 246
    6- Heleno de Freitas 1939 a 1948 209 235
    7- Roberto Miranda 1961 a 1973 201 411
    8- Jairzinho 1961 a 1974 e 1981 196 451

    Saudações Alvinegras

    ResponderExcluir
  4. Levando-se em conta que hoje em dia os nossos artilheiros computam em suas carreiras os gols até dos 'dentes-de-leite', nada mais justo que acrescentar os gols assinalados nas categorias de base na relação dos goleadores do Botafogo.
    Obrigado e

    Saudações Botafoguenses!

    ResponderExcluir
  5. Boa noite.

    Estamos incluindo Dino da Costa na lista de artilheiros:

    JOGADORES PERÍODO GOLS JOGOS
    1- Quarentinha 1954 a 1964 313 447
    2- Carvalho Leite 1929 a 1942 273 326
    3- Octávio Moraes 1943 a 1952 250 271
    4- Garrincha 1953 a 1965 245 614
    5- Dino da Costa 1948 a 1955 228 231
    Nilo Murtinho 1919 a 1921, 1923 e 1927 a 1937 228 246
    7- Heleno de Freitas 1939 a 1948 209 235
    8- Roberto Miranda 1961 a 1973 201 411
    9- Jairzinho 1961 a 1974 e 1981 196 451

    Saudações Alvinegras,
    Pedro Varanda

    ResponderExcluir
  6. Certo, Pedro.
    Obrigado.
    E agora com o 'achado' de uma partida disputada pelo Dino da Costa nos juvenis de 1947, acrescentamos mais um jogo para ele (232), correto?

    Saudações Botafoguenses!

    ResponderExcluir
  7. Boa noite.
    Aqui vai uma súmula de uma partida de Nilo Murtinho, botafoguense como sempre gostava de dizer, e insulano, enfrentando o Botafogo pelo infantil do Fluminense FC.

    BOTAFOGO 4 x 2 FLUMINENSE
    Data: 08 / 09 / 1916
    Local: General Severiano, Rio de Janeiro
    Árbitro: José Couto
    Competição: Amistoso de infantis
    Gols: Francisco Figueiredo (1° tempo); Antônio Meyer (2), Rivadávia Meyer (2) e Francisco Figueiredo (2° tempo)
    Botafogo: Almir Maciel, Eugênio Couto e Sylla Soares; Luiz Pederneiras, Victor Flores e Ary Pinto; Joaquim Castro, Rivadávia Meyer, Celso Souza, Augusto Menezes Filho e Antônio Meyer
    Fluminense: Alberto Ramos, Joel Roxo e Fred. Dolabella; Joaquim Travezedo, Júlio Urzedo e Moacyr Brito; José Nogueira, Mário Couto, Francisco P. Figueiredo, Nilo Murtinho e Paulo Coelho Neto
    Obs: Partida disputada na preliminar de Botafogo 2 x 2 Fluminense
    Fonte: Correio da Manhã

    Saudações Alvinegras

    ResponderExcluir
  8. Obrigado, amigo, pela rara e significativa súmula.

    Saudações Botafoguenses!

    ResponderExcluir
  9. Como assim o quinto artilheiro?? O segundo, depois de dino da Costa.matematica não parece ser o forte no Brasil, onde computam o total de Gols e nunca a média.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Paulo, o quinto artilheiro em números absolutos.
      Veja bem, ficaria complicado falarmos em média de gols pelo fato de, por exemplo, um jogador que tenha feito apenas duas partidas pelo clube e marcado quatro gols, com a "fantástica" média de dois gols por jogo, certamente seria o "maior goleador" daquele clube, não é mesmo?
      Tenho certeza que sua observação não invalida, de modo algum, a presente pesquisa.

      Saudações esportivas!

      Excluir